Notícias e Dicas em Geral



  • MOTOGP: MÁRQUEZ PASSEIA E VENCE DE PONTA A PONTA EM ARAGON

    Em 23/09/2019

    FONTE: https://www.motonline.com.br/noticia/motogp-marquez-passeia-e-vence-de-ponta-a-ponta-em-aragon/

    A 14ª etapa da MotoGP 2019, realizada em Aragon (Espanha) neste domingo, foi um passeio para Marc Márquez (93, Repsol Honda Team). Além de faturar a pole, o pentacampeão não mostrou qualquer dificuldade para largar na frente e ampliar sua vantagem sobre os demais a cada volta – até chegar a casa dos seis segundos. O pódio teve Andrea Dovisiozo (4, Ducati Team) e Jack Miller (43, Pramac) no pódio.

    Com Márquez em uma corrida particular, onde ninguém o ameaçava, as disputas mais intensas ficaram pelas outras posições do pódio. E aqui precisamos destacar o desempenho de Dovizioso. Depois de largar da décima posição o italiano galgou posições até ultrapassar Muller nas voltas finais e também Maverick Viñales (12, Yamaha) a duas voltas do fim, Na última, Jack também passou Viñales, deixando o espanhol fora do pódio.

    MotoGP volta em outubro
    O próximo round da MotoGP acontece em Chang, na Tailândia, no dia 06 de outubro. A pista foi integrada ao calendário do Mundial de Motovelocidade no ano passado e seu primeiro pódio teve Márquez, Dovi e Viñales, respectivamente.

    Agora restam apenas cinco provas pela frente – ou seja, 125 pontos. Márquez lidera o campeonato isolado, com 98 pontos de vantagem sobre Dovizioso (300 a 202), segundo colocado. Alex Rins (42, Suzuki) é o terceiro com 156 pontos, Danilo Petrucci (9, Ducati Team) é o quarto com 155 e Maverick Viñales fecha o top 5, com 147.

    Márquez: 200 provas, 129 pódios

    A prova em Aragon marcou o GP de número 200 da carreira de Marc Márquez. Considerando as passagens pela 125cc, Moto2 e MotoGP foram 129 pódios, 78 vitórias e 89 poles, além de 7 títulos – cinco deles na categoria principal. A nova conquista por vir na próxima corrida, caso o piloto vença e chegue a 325 pontos, inalcansáveis para Dovi mesmo que ele seja segundo em Chang e primeiro nas etapas restantes – somando 322. É praticamente impossível tirar este troféu de Márquez.